Billete 996

O blog da AirEuropa

27 Abril 2018

Por que temos jet lag?

Não importa se você está viajando a trabalho ou a lazer do outro lado do mundo, certamente já experimentou o temido jet lag, termo que costumamos utilizar para dizer que estamos com o horário trocado.

Na verdade, essa descompensação é causada por um desequilíbrio entre nosso relógio interno e o novo horário do fuso horário que nos encontramos. Além disso, esse jet lag é sentido mais dependendo de voarmos para o leste ou para o oeste.

Por que temos jet lag?

Nosso relógio biológico também conhecido como ritmo circadiano controla a sensação de sono e atividade. Sendo a luz do dia que controla este relógio biológico, viajar para lugares com fusos horários diferentes faz com que este relógio não seja sincronizado com a hora local imediatamente.

Normalmente, os sintomas do jet lag se manifestam claramente quando há mais de cinco horas de diferença em relação ao nosso horário habitual. Notaremos isso por uma sensação de cansaço em horas estranhas, dificuldade em adormecer à noite apesar de estarmos cansados, insônia e baixa capacidade de concentração durante o dia, além de nos sentirmos mais tontos e irritados.

Que é pior viajar em direção ao leste ou oeste?

Para a maioria, é mais difícil viajar para o leste do que para o oeste, porque à noite a pessoa está mais acordada e, durante o dia, adormece. Se você é um daqueles que viaja muito para países asiáticos cujos fusos horários são maiores que 6 ou 7 horas, você descobrirá que ter uma reunião ao meio-dia pode ser devastador. E não é de admirar, o nosso tempo para ir dormir é transformado lá na hora de acordar.

Por outro lado, se viajarmos no sentido leste, para os Estados Unidos ou para a América do Sul, por exemplo, o assunto da mudança de horário pode ser mais suportável. Leva menos tempo para que nossos corpos se acostumem a esses fusos horários em comparação com o anterior.

Como amenizar o jet lag?

As seguintes recomendações para pré-voo, durante o voo e na chegada ao seu destino podem ajudar a minimizar os efeitos colaterais do jet lag:

  • Se você vai ficar no seu destino por mais de dois ou três dias, tente alguns dias antes de ir dormir e levante-se mais cedo se viajar para o leste ou se levantar e ir para a cama mais tarde se for para o oeste.
  • Assim que entrar no avião, altere o relógio para a hora local do destino.
  • Evite álcool e cafeína pelo menos três ou quatro horas antes de dormir. Ambos atuam como estimulantes e retardam o sono.
  • Uma vez no destino, evite comidas pesadas.
  • Evite qualquer exercício intenso antes de ir dormir, embora algo leve seja benéfico.
  • Elementos como tampões auriculares ajudam a reduzir o ruído e uma máscara irá bloquear a luz indesejada para dormir.
  • Tente sair pra luz do sol sempre que possível. A luz do dia é um estimulante muito poderoso para regular o relógio biológico.
  • De acordo com especialistas, o estresse é um problema que pode levar a piorar a insônia. Ative seu modo zen.
  • O jet lag influencia todas as células do corpo. Mesmo em cada uma das células da pele, é por isso que o jet lag aumenta o risco de queimaduras solares. Então, se você tomar sol, tente aplicar protetor solar com freqüência.

Você já sofreu jet lag? Você tem algum conselho para ajudar a superá-lo?

Publique um comentário

Los comentarios están moderados