Billete 996

O blog da AirEuropa

21 Fevereiro 2020

Viagem a Lisboa: a nova capital verde que o irá apaixonar

Silvia Cano.  JUMOSOL FRUITS, S.L.  C/ Andrés Segovia, 17  50740 Fuentes de Ebro  Zaragoza, España  Telf:+34 976161040  Fax: +34 976167901

É inegável, Lisboa é cada vez mais a protagonista nas férias de muitos turistas. O seu ambiente de proximidade, a vida de bairro e o calor que inundam as suas ruas são algumas das suas atrações.

Lisboa é um destino que transborda natureza e história por todo o lado e, não é em vão, que foi nomeada Capital Verde Europeia 2020.

Localização: Portugal
Moeda: Euro
Idioma: Português

Segundo alguns versos de Sopeña Lisboa era o mundo, Lisboa era luz, e a verdade é que Lisboa possui uma luz diferente, quase poética. O seu clima mediterrâneo, quente no verão e suave no inverno torna-a uma cidade ideal para visitar em qualquer época e a presença de várias praias por perto fazem desta cidade um destino que nos brinda com diversas opções, pois Lisboa é uma cidade que, sobretudo, convida a caminhar durante horas, a respirar, a escutar e a observar. E vamos dizer-lhe porquê, centrando-nos em 3 elementos fundamentais: os miradouros, os parques e jardins e os seus bairros mais conhecidos.

Viagem a Lisboa: os seus miradouros convidam-nos a sonhar

Lisboa também é conhecida como a cidade das Sete Colinas e possui mais de 20 miradouros espalhados por toda a sua extensão. Enquanto caminhamos pelas ruas do boémio Bairro Alto, podemos chegar ao miradouro de São Pedro de Alcântara e ao de Santa Catarina, com vistas para Alfama e para o castelo de S. Jorge. No seio do antigo bairro de pescadores de Alfama, onde nasceu o famoso fado, podemos encontrar o romântico miradouro de Santa Luzia o qual se caracteriza pelos seus azulejos lascados e pelas buganvílias e videiras que envolvem o miradouro. No miradouro de Santa Catarina, podemos disfrutar de um aperitivo enquanto apreciamos os artistas de rua que animam o ambiente. E o Miradouro do Arco da Rua Augusta vai-nos envolver com a sua maravilhosa paisagem da Praça do Comércio e da Catedral de Lisboa.

Mirador de Santa Lucía en Lisboa

Viagem a Lisboa: bosques e jardins urbanos

Se deseja conectar-se com a natureza, o Parque Natural de Monsanto é a opção perfeita. Criado nos anos 30 e conhecido como o “pulmão de Lisboa”, estamos perante 900 hectares de zona verde em plena cidade, e um dos principais motivos de orgulho de Lisboa, sendo que sem dúvida não é para menos. Com passeios a pé ou de bicicleta, zonas de desporto, circuitos de caminhada, zonas de piqueniques, neste parque podemos ainda recolher espargos silvestres, castanhas ou folhas de louro. Além disso, possui diversos parques recreativos que nos presenteiam com exposições de biologia, hidrologia, climatologia e história.

Mas para aqueles que desejam apreciar o lado mais bonito da natureza, existem outras opções: entre os jardins do Palácio Pimenta onde está albergado o Museu da Cidade e os do Museu Bordalo Pinheiro podemos encontrar macacos que se penduram nas árvores, insetos gigantes, gatos, vespas, lagartos; todos esculturas de cerâmica criadas por Joana Vasconcelos em honra do famoso pintor e escultor Rafael Bordalo Pinheiro. Para quem preferir algo mais “clássico”, o Jardim Botânico da Universidade de Lisboa, inaugurado em 1878, contém até 1493 espécies catalogadas e até cerca de 200 000 amostras de espécies dos 5 continentes, assim como um borboletário no qual, durante a primavera, podemos ver as diferentes e encantadoras variedades de borboletas que povoam Portugal.

Jardín Botánico de Lisboa

Viagem a Lisboa: os bairros com sabor a Lisboa

Os quatro bairros mais importantes da cidade e que entre si se apresentam tão diferentes, tornam os nossos passeios por cada um uma experiência enriquecedora. A Baixa é o bairro comercial por excelência da cidade, enquanto a vida noturna é vivida nos locais modernos e vibrantes do Bairro Alto. No Bairro de Belém poderemos degustar um delicioso pastel de Belém e observar alguns dos seus monumentos mais impressionantes como o Mosteiro dos Jerónimos ou a Igreja e a Torre de Belém.

Mas se desejar respirar o autêntico espírito da cidade, é imprescindível percorrer Alfama, o antigo bairro de pescadores e local de nascimento do fado, um género de musical tipicamente português em que uma voz, acompanhada por uma viola ou por uma guitarra portuguesa canta sobre as experiências da vida. É quase que obrigatório apanhar o antigo elétrico 28 e sair no Panteão Nacional, visitar o mercado de rua da Feira da Ladra, conhecer o Castelo de S. Jorge e desfrutar das suas vistas. Passear por Alfama é respirar a vida de Lisboa: a roupa estendida nas varandas, os habitantes locais sentados à porta das casas lendo o jornal, as escadas que não nos levam a parte alguma, as casas de fado…

E agora, as recomendações mais pessoais da Air Europa para si:

Coma: o bacalhau é algo que não pode faltar para completar a experiência e em Portugal as formas de o preparar são quase infinitas. Também são típicos os pratos de carne assada e como aperitivo beber vinho acompanhado de queijo.

Viva: deixe-se impregnar pela simplicidade e tranquilidade das ruas ingremes de Lisboa, disfrute de um entardecer em qualquer dos seus múltiplos miradouros e da animada noite do Bairro Alto.

Ame: não tenha dúvidas, para disfrutar de um bom espetáculo de fado, entre em alguma das inúmeras casas de fado de Alfama, feche os olhos e deixe-se levar pela música portuguesa mais tradicional.

Esperamos que já esteja com a mala pronta e com todo o planeamento feito para viver Lisboa, a sua gastronomia, a sua cultura e a sua nostalgia em frente ao porto.  Viajar para Portugal é sempre uma boa ideia.

También disponible en / Also available in: Español (Espanhol)

Publique um comentário

Los comentarios están moderados